• Breve história do Zen - de patriarca a patriarca
Os patriarcas indianos

Mahakashyapa foi o sucessor de Buda e o primeiro dos vinte e oito patriarcas indianos.

Um dia, em Benares, diante de uma assembleia, o Buda Shakyamuni pegou numa flor e fê-la rodar delicadamente entre os seus dedos. Ninguém compreendeu este gesto, apenas Mahakashyapa sorriu. Então Buda diz-lhe : «Possuo o olho do Dharma, o espírito do despertar. A essência do meu ensinamento, apenas tu a compreendeu. Neste momento transmito-te o Dharma porque tu o realizaste.»

Ananda, outro discípulo de Buda, sucedeu a Mahakashyapa. Dotado de uma memória excepcional, recitou de cor todos os ensinamentos de Buda (sutra). Mil anos mais tarde, Bodhidharma será o último patriarca indiano e o primeiro patriarca do zen na China. Fundou o templo de Shaolin onde ficou, diz-se, sentado diante da parede e silencioso durante nove anos.